Sábado, 29 de abril de 2017 às 6:57 em Novidades
Sindicalistas realizam caminhadas nas ruas de Sítio Novo em favor da Greve Geral
O Sindicato dos Servidores Públicos de Sítio Novo-MA (SINSERPSINO), juntamente com o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Sítio Novo -MA (STTR;SN-MA) participaram da caminhadas em apoio a Greve Geral programada pelas Centrais Sindical, Força Sindical, CUT, FETESPUSULMA, FETAEMA e SINPROESSEMA.
 
Os diretores: da Escolas Estadual Parsondas de Carvalho, Professor Jean Carlos; Escola Municipal Deputado La Roque, Professor Claudivan; Escola Municipal Santa Teresinha, Professora Raelita, os profissionais da AGED-MA, Edmilson Vargas e Zuleide Aguiar; Vereador Teodoro (PSB), Presidente do SINSERPSINO, Professor Abel, Presidente do Sindicatos dos Trabalhadores Rurais, Bento Barros e alunos participaram da caminhada. 
 
As atividades pela manhã foram suspensas nas escolas e durante a caminhada foram explicados a população o motivo da paralisação, cujo objetivo tem as reformas da Previdência, Trabalhistas e a Terceirização.
 
De acordo com os informes, o trabalhador terá que contribuir mais para poder se aposentar, além de aumentar a idade mínima para o aposento. 
 
Falaram também da terceirização que, segundo os informes, precariza os salários e facilita a criação de empresas fantasmas com intuito de prejudicar os trabalhadores. 
 
Na reforma trabalhista, destacaram que os acordos entre patrões se sobrepões ao legislado, o que significa, que o trabalhador ao fazer um acordo, não poderá cobrar na justiça os direitos assegurados em leis, e sim sobre o acordo firmado entre o patrão. 
 
Também, foi mencionado a retirada do imposto sindical, que ajudava a manter as instituições sindicais funcionando, uma medida que segundos os palestrantes, veio para para acabar com os sindicatos.

FONTE: blog do prof. Abel

COMENTÁRIOS